Internacional


23/03/2020

Coronavírus: Economia global vai sofrer anos até se recuperar do impacto da pandemia, afirma OCDE

Organization for Economic Cooperation and Development (OECD) Secretary-General Angel Gurria. Direito de imagem Getty Images

O mundo vai levar anos para se recuperar do impacto da pandemia do novo coronavírus, avaliou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE, ou clube dos países ricos).

Gurría prevê que quase todas as grandes economias do mundo entrarão, nos próximos meses, em recessão, ou seja, sofrerão declínio econômico por ao menos dois trimestres consecutivos.

A entidade tem pregado aos países-membros que, como estratégia contra a pandemia, priorizem e ampliem maciçamente os gastos em diagnóstico e tratamento de pessoas infectadas.

Choque imenso

Gurría afirmou que a incerteza instalada pela pandemia é a maior em décadas. "A razão é que não sabemos o quanto demandará a recuperação dos empregos porque não sabemos quantas ficarão desempregadas ao fim disso tudo. Também não sabemos o que precisaremos para resgatar as milhares de pequenas e médias empresas que já estão sofrendo."

Direito de imagem Remo Casilli/Reuters
Image caption Em Roma, alguns bares e cafés seguem funcionando, mas apenas fazendo entregas

Governos ao redor do mundo têm tomado medidas sem precedentes para apoiar trabalhadores e empresários durante a pandemia, que mais infectou mais de 300 mil pessoas.

O Reino Unido, por exemplo, anunciou que pagará parte dos salários dos trabalhadores impossibilitados de atuar em razão da doença.

Gurría defendeu que os governos ignorem os preceitos dominantes sobre endividamento público e utilizem "tudo o que for possível" para lidar com a crise.

Ele alertou, por outro lado, que esses déficits públicos e montanhas de endividados pesarão muito para os países nos próximos anos.

Sem recuperação rápida

Segundo Gurría, autoridades do G20 (outro clube de países ricos) acreditavam semanas atrás que a recuperação econômica seria como a letra "V", ou seja, queda brusca da atividade econômica seguida de recuperação acentuada.

"Ali isso já era uma confusão de desejo e realidade", afirmou.

"Eu discordo da ideia de um fenômeno em V. No melhor dos cenários, será como um U, com uma longa linha na base até atingirmos um período de recuperação. Nós podemos evitar que ele se pareça com um L, se tomarmos hoje as decisões certas."

Direito de imagem Reuters
Image caption O governo do presidente Xi Jinping afirma que o país vai superar as consequências da pandemia de coronavírus; economia chinesa recuou mais do que se esperava

A OCDE, entidade a qual o Brasil tenta ingressar com apoio dos Estados Unidos, defende que o mundo adote um plano com quatro pilares para enfrentar a pandemia atual. Ele inclui exames gratuitos para diagnosticar a doença, melhores equipamentos para profissionais de saúde, transferências de recursos para trabalhadores, incluindo os autônomos, e adiamento da tributação para empresas.

Gurría compara o nível de ambição ao Plano Marshall, que ajudou a bancar a reconstrução da Europa depois da Segunda Guerra Mundial (1939-45).

Impacto econômico no Brasil

Desde janeiro, as análises sobre o impacto do surto na economia do Brasil apontam um cenário cada vez mais negativo. Mas isso tem mudado com rapidez.

Inicialmente, em fevereiro, o governo Jair Bolsonaro falava em impacto de menos de 1 ponto percentual no crescimento previsto em torno de 2% do PIB. Na sexta-feira (20), o governo cortou sua projeção oficial de 2,1% para 0,02%.

Direito de imagem Getty Images
Image caption Vários economistas acreditam que mundo está perto de uma recessão global

Analistas e pesquisadores apontam que o Brasil pode enfrentar um recuo da economia, em patamar que lembra a crise financeira de 2008 e a greve dos caminhoneiros em 2018.

Segundo estudo da Fundação Getulio Vargas, o PIB brasileiro pode recuar 4,4% em 2020. Para o banco Itaú, se a economia brasileira sofrer uma paralisação tal qual ocorreu na China durante as quarentenas impostas, o PIB pode cair 0,7% neste ano.

As expectativas econômicas têm desabado ao redor do mundo.

No início deste mês, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) previu que a pandemia poderia custar à economia global até US$ 2 trilhões neste ano (cerca de R$ 10 trilhões).

Países que dependem da venda de matérias-primas, como o Brasil, estão em uma situação delicada, alertou a UNCTAD.


Mais de Internacional

Do nipah ao coronavírus: destruição da natureza expõe ser humano a doenças do mundo animal

Do nipah ao coronavírus: destruição da natureza expõe ser humano a doenças do mundo animal

'Gripezinha ou resfriadinho' e outras 7 frases controversas de líderes mundiais sobre o coronavírus

'Gripezinha ou resfriadinho' e outras 7 frases controversas de líderes mundiais sobre o coronavírus

Coronavírus: pressão de novos contágios faz Japão reforçar medidas de isolamento

Coronavírus: pressão de novos contágios faz Japão reforçar medidas de isolamento

Coronavírus: como obesidade pode prejudicar combate e facilitar contágio

Coronavírus: como obesidade pode prejudicar combate e facilitar contágio

?Absurdo total?: cientistas condenam 'teoria' espalhada na internet de que 5G transmite coronavírus

?Absurdo total?: cientistas condenam 'teoria' espalhada na internet de que 5G transmite coronavírus

Coronavírus: premiê britânico Boris Johnson passa a noite na UTI

Coronavírus: premiê britânico Boris Johnson passa a noite na UTI

Coronavírus: premiê britânico Boris Johnson é internado na UTI

Coronavírus: premiê britânico Boris Johnson é internado na UTI

Coronavírus: Chile mantém baixo número de mortes, mas respiradores são ?calcanhar de Aquiles?

Coronavírus: Chile mantém baixo número de mortes, mas respiradores são ?calcanhar de Aquiles?

Coronavírus: boates de Berlim tentam sobreviver com baladas 'virtuais'

Coronavírus: boates de Berlim tentam sobreviver com baladas 'virtuais'

Cinco motivos pelos quais pandemia de coronavírus pode não ser boa para o meio ambiente

Coronavírus: primeiro-ministro britânico é internado para realização de exames

Coronavírus: primeiro-ministro britânico é internado para realização de exames

Lutador de boxe perde avó dias após pai morrer de covid-19

Lutador de boxe perde avó dias após pai morrer de covid-19

As lições de três eventos catalisadores do novo coronavírus na Europa

As lições de três eventos catalisadores do novo coronavírus na Europa

Coronavírus no Equador: ?Embalamos os corpos de minha irmã e meu cunhado em sacos plásticos dentro de casa

Coronavírus no Equador: ?Embalamos os corpos de minha irmã e meu cunhado em sacos plásticos dentro de casa"

Como Carnaval ajudou a propagar coronavírus em Nova Orleans, que pode se tornar um dos epicentros nos EUA

Como Carnaval ajudou a propagar coronavírus em Nova Orleans, que pode se tornar um dos epicentros nos EUA

Coronavírus: EUA são acusados de 'pirataria' e 'desvio' de equipamentos que iriam para Alemanha, França e Brasil

Coronavírus: EUA são acusados de 'pirataria' e 'desvio' de equipamentos que iriam para Alemanha, França e Brasil

'Ainda não consegui beijar minha filha': a dura realidade de dar à luz com covid-19

'Ainda não consegui beijar minha filha': a dura realidade de dar à luz com covid-19

Bichos ganham as ruas durante quarentena humana

Coronavírus: como os EUA, com mais de 245 mil casos, se tornaram epicentro de epidemia

Coronavírus: como os EUA, com mais de 245 mil casos, se tornaram epicentro de epidemia

Coronavírus: 'O que mais sinto falta é do abraço da minha mulher e dos meus filhos', diz médico italiano

Coronavírus: 'O que mais sinto falta é do abraço da minha mulher e dos meus filhos', diz médico italiano

Dicas para o autoisolamento de um cosmonauta que passou quase 2 anos no espaço

Que países e territórios ainda não têm casos confirmados de coronavírus?

Que países e territórios ainda não têm casos confirmados de coronavírus?

Como a China usa seu sistema de vigilância para conter coronavírus

O megapacote econômico anunciado pelo governo do Peru para enfrentar a crise do coronavírus

O megapacote econômico anunciado pelo governo do Peru para enfrentar a crise do coronavírus

Mortos em casa e cadáveres nas ruas: o colapso funerário causado pelo coronavírus no Equador

Mortos em casa e cadáveres nas ruas: o colapso funerário causado pelo coronavírus no Equador

Coronavírus: por que a covid-19 afeta tanto os profissionais de saúde?

Coronavírus: por que a covid-19 afeta tanto os profissionais de saúde?

De divisão por gênero à violência policial: as duras medidas tomadas no mundo para impor quarentena

De divisão por gênero à violência policial: as duras medidas tomadas no mundo para impor quarentena

Menino de 13 anos morre por coronavírus no Reino Unido e acende alerta

Menino de 13 anos morre por coronavírus no Reino Unido e acende alerta

Governos precisam levar coronavírus 'a sério', diz brasileira ex-assessora de Trump

Governos precisam levar coronavírus 'a sério', diz brasileira ex-assessora de Trump

Por que o novo coronavírus consegue se propagar com tanta eficiência

Por que o novo coronavírus consegue se propagar com tanta eficiência

Coronavírus: quarentena de 1,3 bilhão de pessoas na Índia se torna crise humanitária

Coronavírus: quarentena de 1,3 bilhão de pessoas na Índia se torna crise humanitária

'Ele está cada vez mais violento': as mulheres sob quarentena do coronavírus com seus abusadores

'Ele está cada vez mais violento': as mulheres sob quarentena do coronavírus com seus abusadores